Sigam-me os bons! Casos de UCs de sucesso no Brasil.

As Principais dúvidas sobre a DIRF
27 de março de 2017
Administra um Condomínio? Saiba por que é necessário contratar uma auditoria.
29 de março de 2017

Dando continuidade a série[i] sobre universidades corporativas, serão expostas as corporações brasileiras que já trabalham com essa instituição, suas particularidades e resultados. Assim como, a implementação de uma UC, desde a definição de uma cultura organizacional, os meios a serem utilizados, e a gestão de dados e resultados.

O primeiro a instalar o conceito na América do Sul fora o grupo Amil[ii], operadora de planos de saúde, tanto no Brasil quanto no estrangeiro, como EUA e Argentina. Fundada em 1989, a Escola Amil desenvolve tanto os treinamentos funcional e gerencial, quanto os princípios de seu fundador Edson Godoy Bueno. Mesmo com a compra da mesma pela UnitedHealth Group Inc., o legado de conhecimentos acumulados nesses quase 40 anos segue transmitido e disponível a seus mais de 14 mil colaboradores.

A UC Amil oferta dois tipos de serviços aos profissionais da casa: uma dinâmica motivacional, cuja participação é facultativo; e o outro, são os eventos formais que transmitirão as competências técnicas e humanas das quais depende o futuro do grupo[iii]. A instituição conta com salas de aula próprias, em São Paulo/SP e no Rio de Janeiro/RJ, mas quando necessário, há parcerias com hotéis em outras cidades para a promoção de eventos.

Muito da expansão internacional da Ambev se deve a sua UC, originalmente Universidade Brahma, que até antes da fusão com a Antarctica, já havia desenvolvido três programas de MBA, formando assim, mais de 150 executivos no Cone Sul e Venezuela. Atualmente, a Universidade Ambev dedica-se aos colaboradores de toda a cadeia produtiva; transmitindo competências comerciais, gerenciais, e de produção, além da filosofia de meritocracia do triunvirato fundador[iv].

Com estrutura própria em Jacareí/SP, a Ambev oferta cursos presenciais assim como o uso de tecnologias EAD (ensino a distância), como aplicativos para smartphones, TV corporativa e teleconferência; passando seu legado a cerca de 20 mil pessoas anualmente, e com forte presença da direção na docência[v].

A Universidade Bradesco (UniBrad), fundada em 2013, é outro exemplo da importância da instituição para o meio corporativo. Seu objetivo é focar nas habilidades que se destacam em cada um de seus colaboradores, e trabalhá-las a fim de maximizar seu rendimento. O que contrasta, com o antigo programa de treinamento, voltado mais para as competências do cargo e setor. Há nove escolas, espalhadas pelo país, que integram a UniBrad, desenvolvendo habilidades como formação de liderança, relacionamento com clientes, gestão de negócios, cidadania e sustentabilidade, etc etc.

Dependendo da função exercida, o colaborador terá que seguir o treinamento do plano de carreira, mas, o Bradesco faz questão de primar a seus funcionários, a autogestão da carreira, em que os profissionais visualizam as próprias necessidades e os consequentes cursos habilitadores[vi]. A formação continuada, essa é a postura que o banco deseja de seus executivos, já visando o processo sucessório a exemplo do atual presidente, Luiz Carlos Trabuco, que atua no grupo desde os 18 anos.

Agora, como se passou o processo de implementação da instituição é o que será mais bem explanado em seguida[vii]: tudo começa com a tomada de consciência, por parte da direção e ou proprietários, da própria cultura acumulada e que é identificada como as competências técnicas necessárias, as habilidades de liderança, gestão de pessoas, de como se adaptar às mudanças no mercado; virtudes morais, como integridade, perseverança, altivez, honestidade; além de compartilhar a vivência dos gestores para a próxima geração.

Num segundo momento, a diretoria deve acionar os setores de Recursos Humanos e Financeiro para o cálculo econômico da empreitada: orçamento em relação ao faturamento da empresa, os custos quanto a espaço físico e ou plataformas de EAD, o corpo docente será composto por profissionais da casa ou consultorias externas; eventuais parcerias com a academia tradicional, hotéis e empresas de eventos. Além de transforma a UC e o setor de RH, de centro de custo para o de renda, ao inserir uma unidade de negócios e ofertar os serviços ao público externo.

Paralelamente, o RH deve desenvolver a grade de conteúdos a serem lecionados, em que há a convergência entre a estratégia da corporação e as competências críticas a serem trabalhadas.  O sistema de gestão de dados e resultados das avaliações precisa ser elaborado de preferência em plataformas virtuais, para maior controle e consequente tomada de decisões. Sempre cientes, de que o projeto é de longo prazo, e que tal instituição moldará a mentalidade dos membros da corporação, a docência da UC possui a grande responsabilidade de formar o patrimônio intelectual da sociedade empresária.

Finalizo, então, essa série sobre as universidades corporativas, na expectativa dessa tomada de consciência por parte das lideranças empresariais. Nessa nova fase de nossa civilização, emerge o capitalismo de conhecimento, em que o trabalho intelectual conquista maior espaço no mercado, sendo assim vital, para as corporações, preservar, perpetuar e enriquecer os seus conhecimentos.

Luís Henrique Caldas

Consultor

100PORCENTO CONSULT – Consultoria Empresarial Ltda.

www.100porcento.srv.br
luis.caldas@100porcento.srv.br

[i] O salto qualitativo: o que a Universidade Corporativa proporciona as empresas, e Universidade Corporativa, o cenário brasiliano, CALDAS, Luís Henrique, Recife/PE, 2017.
[ii] http://www.aedb.br/seget/arquivos/artigos06/698_Universidade%20Corporativa.pdf, visualizado em 06/03/2017.
[iii] http://www.rh.com.br/Portal/Desenvolvimento/Materia/3494/amil-consolida-universidade-corporativa.html, visualizado em 23/03/2017.
[iv] Sonho Grande. Como Jorge Paulo Lemann, Marcel Telles e Beto Sicupira revolucionaram o capitalismo brasileiro e conquistaram o mundo, CORREA, Cristiane, Rio de Janeiro/RJ, Editora Sextante, 2013.
[v] http://www.valor.com.br/carreira/4852742/universidade-corporativa-se-consolida, visualizado em 17/03/2017.
[vi] https://dialogospoliticos.wordpress.com/2013/07/04/bradesco-cria-universidade-corporativa/, visualizado em 22/03/2017.
[vii] http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-65132012000200010, visualizado em 24/03/2017.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Send this to friend